(54) 3329-5834 anelisecardinal@hotmail.com (54) 9 9224-7733

O que é?

A acne é o nome dados aos cravos e espinhas resultantes de um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. As áreas mais atingidas são o rosto, peito, ombro, costas e os braços. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, sendo, na maioria da vezes de pequena e média intensidade. Em alguns casos, o quadro pode tornar-se muito intenso, como a acne conglobata (lesões císticas grandes, inflamatórias, que se intercomunicam por sob a pele) e o acne queloideano (deixa cicatrizes queloideanas após o desaparecimento da inflamação).

Embora não seja uma condição que ameace a vida, a acne pode ser bastante incômoda e até mesmo levar à deformação da face ou à ocorrência de cicatrizes. Desta maneira, a acne deve ser tratada desde o começo, evitando as suas sequelas, como cicatrizes, manchas e distúrbios emocionais. Especialmente os jovens podem ter um impacto importante na auto-estima e relações interpessoais devido à acne.

O tratamento pode ser feito com medicações tópicas, aplicadas na pele com o objetivo de desobstruir os folículos e controlar aa proliferação bacteriana e a oleosidade. De acordo com o grau de severidade das manifestações, pode ser necessário o uso de medicamentos por via oral para um controle adequado do quadro.

Apesar de não ter participação na causa da doença, a dieta pode ter influência no curso da acne em algumas pessoas. Dietas ricas em açúcar e o leite e seus derivados devem ser evitados pelos pacientes que apresentem acne e percebam agravação dos sintomas após a ingestão dos mesmos. Estudos mostram que alimentos de alto índice glicêmico podem desencadear ou agravar a acne em indivíduos predispostos.

O tratamento da acne deve ser sempre orientado por um médico dermatologista, que é o profissional capacitado para indicar os medicamentos ideais para cada caso. Não use remédios indicados por pessoas leigas ou que tenham um quadro semelhante ao seu. Eles podem não ser apropriados ao seu tipo de pele e atrasar o tratamento adequado, aumentando as chances de sequelas.  O tratamento é prolongado e manter os cuidados com a pele é essencial.

 

DICAS PARA CUIDAR DA PELE OLEOSA

  1. CONSULTE UM DERMATOLOGISTA E DESCUBRA O SEU TIPO DE ACNE – a acne pode ser classificada de acordo com a gravidade dos sintomas (comedoniana, pápulo-pustulosa, nódulo-cística) e também com a causa. Ainda que a maioria dos casos seja de acne primária (causada por um desequilíbrio na glândula sebácea em si), existem diversas causas secundárias possíveis para o seu surgimento (como distúrbios hormonais, uso de medicamentos, etc.). Uma avaliaçãoo adequada destes fatores é essencial para o sucesso do tratamento.
  2. ESTABELEÇA UMA ROTINA DE LIMPEZA – o uso de sabonetes específicos para a pele oleosa é muito importante para o controle da oleosidade da pele, e este cuidado deve ser feito pela manhã e também à noite. Se houver necessidade de lavar a face durante o dia, deve ser feito apenas com água, para não ressecar demais a pele e estimular a produção de oleosidade. Um tônico de limpeza também pode ser utilizado após a limpeza.
  3. NÃO ESQUEÇA DE REMOVER A MAQUIAGEM – sim, no caso das mulheres, este é um cuidado essencial. A maquiagem obstrui os poros e agrava a acne, portanto apenas produtos específicos para a pele oleosa devem ser utilizados e no final do dia a sua remoção é mandatória. Use um demaquilante específico para pele oleosa e jamais durma de maquiagem.
  4. HIDRATE E EVITE O EFEITO REBOTE – muitas pessoas acreditam que pele oleosa não pode usar hidratante. É importante saber a hidratação está relacionada com a água da pele e não com a oleosidade. Uma pele muito ressecada, com falta de água, irá responder produzindo mais oleosidade, portanto hidratar com produtos específicos anti-oleosidade também é essencial.
  5. USE FILTRO SOLAR – a proteção solar é fundamental na rotina de cuidados com a pele. O sol pode agravar a acne e também provocar manchas secundárias às lesões de acne. O filtro solar deve ser específico para pele oleosa e atualmente existem alguns produtos que podem até auxiliar no controle da oleosidade e da acne. O seu dermatologista vai ajudar a escolher o melhor produto para você.
  6. CUIDE DA ALIMENTAÇÃO – beber muita água é essencial para uma pele saudável; alimentos de alto índice glicêmico podem fazer um pico de insulina no corpo e acentuar as manifestações da acne. Evite gorduras e açúcares em excesso.

Responsável Técnica - Dra. Anelise Cardinal - Médica Dermatologista - Cremers 33670 - RQE 30870

Precisa de atendimento?
Você será redirecionado para o Whatsapp e seu número será armazenado na nossa lista de de telefones apenas para resposta. Não será utilizado para envio de mensagens em massa ou publicidade.